tipo de pele

Veja os melhores produtos para cada tipo de pele

Cada tipo de pele tem necessidades específicas. Por isso, é importante escolher produtos adequados para ter os melhores resultados. Veja como fazer isso!

Quando se trata da beleza e saúde da pele, não basta usar bons cosméticos, é preciso usar os produtos certos.

Cada tipo de pele tem necessidades específicas, ou seja, quem tem a pele seca não deve usar produtos destinados a peles oleosas e vice-versa.

E esse foi só um exemplo superficial, mas, no dia a dia, o uso de produtos inadequados é mais comum do que se imagina.

Muitas pessoas escolhem seus cosméticos pelo cheiro, pela textura, pela marca, pelo preço ou até mesmo pelas promessas milagrosas dos anúncios e rótulos, no entanto, se esquecem de observar se tal produto realmente é indicado para elas.

Você quer descobrir quais são os produtos ideais para sua cútis? Quer aprender a escolher cosméticos adequados para seu tipo de pele? Então continue lendo o nosso artigo!

Quais são os principais tipos de pele?

Para escolher o produto certo, é preciso conhecer seu tipo de pele. De acordo com especialistas, existem basicamente quatro tipos, sendo eles: normal, seca, oleosa e mista.

Veja a seguir as especificidades cutâneas de cada um desses tipos de pele:

Pele normal

A pele normal é a menos frequente. Ela tem a textura lisa, aveludada e saudável, além de boa elasticidade e oleosidade natural produzida em quantidade moderada.

Comumente apresenta poros pequenos e pouco visíveis, tem um aspecto rosado e menor propensão ao desenvolvimento de cravos, manchas e espinhas.

Na pele normal, há um equilíbrio entre os lipídios e a água, o que garante a boa hidratação, o brilho moderado e as poucas imperfeições.

Para completar, pessoas com peles normais estão menos sujeitas ao aparecimento de rugas, especialmente na região dos olhos.

Pele seca

A pele seca, por sua vez, conta com uma baixa produção de lipídios e isso faz com que a cútis fique ressecada, frágil, áspera e eventualmente irritada e avermelhada. Além disso, há pouca luminosidade e os poros são pouco visíveis na pele seca.

Quem tem esse tipo de pele normalmente sofre com desconforto cutâneo e repuxamento. O aspecto craquelado e as descamações também são comuns nesse caso.

Vale ressaltar que além da tendência natural e genética para ter pele seca, as pessoas podem adquirir essa característica por conta de oscilações hormonais e até mesmo condições ambientais, como a poluição, o tempo frio e o excesso de sol.

Diferentemente da pele normal, quem tem a pele seca possui maior propensão ao desenvolvimento de rugas, fissuras e marcas de expressão.

Pele oleosa

Já a pele oleosa, como o próprio nome sugere, tem um aspecto mais gorduroso, úmido, espesso e brilhante, afinal, a produção de sebo é maior.

Essa pele pode resultar de herança genética, mas fatores como o estresse, excesso de sol, dieta rica em gordura e alterações hormonais podem contribuir para que a pele fique ainda mais oleosa.

Nesse tipo de pele, os poros tendem a ser mais dilatados e a propensão ao desenvolvimento de cravos e espinhas também é maior, já que as glândulas sebáceas produzem maior quantidade de sebo do que é necessária.

Pele mista

Quem tem a pele mista mescla características de diferentes tipos. Na zona T (testa e nariz), os poros são dilatados, a oleosidade e o brilho são mais intensos e há uma tendência para a formação de cravos e espinhas.

Já na região das bochechas, a pele pode ser seca ou normal, apresentando poros menos visíveis e menor quantidade de sebo.

A pele mista é o tipo mais comum de pele e, por ter uma textura mais fina, tem maior tendência à descamação. Quem tem esse tipo de pele também tem grandes chances de desenvolver rugas finas e precoces.

Como descobrir qual é seu tipo de pele?

Se a partir das descrições acima você não conseguiu identificar qual é o seu tipo de pele, não se preocupe, pois há outra forma de descobrir essa informação.

  • Primeiro, providencie um lenço limpo e seco. Passe esse lenço no rosto pela manhã.
  • Se o lenço não ficar manchado de óleo e a cútis ficar fresca e vibrante depois dessa limpeza prévia, a pele é normal.
  • Se o lenço ficar com manchas transparentes e o óleo estiver concentrado nas bochechas, testa, queixo e nariz, a pele é oleosa.
  • Caso o lenço fique manchado, porém o óleo se concentre apenas no meio do rosto, a pele tende a ser mista.
  • Já se o lenço sair seco, não deslizar bem e você sentir a pele esticada e presa, áspera e com pouca elasticidade, você tem a pele seca. Não restam dúvidas!

Quais são os produtos indispensáveis para cada tipo de pele?

Cosméticos para pele normal

As pessoas que têm a pele normal devem ter na necessaire os seguintes produtos: tônicos, hidratantes, protetor solar, sabonete líquido facial, esfoliante e água termal.

O fator de proteção do filtro solar deve ser escolhido de acordo com o tom de pele. Quem tiver a pele mais clara deve usar FPS entre 40 e 50, peles morenas devem ser protegidas com FPS 30 e peles negras com o FPS 20.

Independente do dia estar ensolarado ou nublado, não saia sem aplicar o protetor solar, que pode ou não ser oil free.

Os cuidados básicos da pele normal consistem em limpar a pele diariamente com sabonete facial, tonificar, hidratar e proteger rotineiramente, passar água termal antes de dormir, além de esfoliar entre 1 e 2 vezes por semana.

Cosméticos para pele seca

De todos os tipos de pele, esse é o que exige mais cuidados, justamente por se tratar de uma pele mais frágil.

Se você tem a pele seca, os produtos que você deve ter em mãos são: hidratante, protetor solar, sabonete líquido e água termal.

Como essa pele tem maior tendência a envelhecer rápido, descamar e perder a elasticidade, redobre a atenção em relação à hidratação e invista em cremes e séruns com propriedades nutritivas e emolientes.

Além de usar os cosméticos adequados, consuma alimentos ricos em água, evite bebidas alcoólicas ou que contenham cafeína, umidifique os ambientes e evite ar condicionado. Isso também faz a diferença na beleza, saúde e textura da pele.

Cosméticos para pele oleosa

Para amenizar o aspecto oleoso, brilhante e com poros pronunciados, quem tem a pele oleosa deve usar produtos mais sequinhos e livres de gordura.

Aposte em gel hidratante para o rosto, gel de limpeza profunda, protetor solar oil free, loção adstringente e água fria — a água quente também acelera a produção de óleo.

O rosto deve ser higienizado duas vezes por dia para impedir o acúmulo de sebo e suor, bem como para desobstruir os poros.

À noite, você deve passar uma loção adstringente sem álcool para retirar o excesso de oleosidade.

Em relação à maquiagem, prefira bases sequinhas e pós translúcidos para controlar o brilho da pele.

Cosméticos para peles mistas

Se você tem a pele mista, aposte em cosméticos à base de substâncias que não provocam ressecamento e, de quebra, não agravam a oleosidade.

O ideal é investir em gel ou gel-creme que sejam livres de óleo. Não se esqueça também de usar um bom sabonete facial e protetor solar.

Cosméticos nutritivos, com colágeno na composição, são muito recomendados para esse tipo de pele.

O que dizer das peles sensíveis?

Embora as peles sensíveis não façam parte da categorização oficial da Sociedade Brasileira de Dermatologia, esse tipo de pele não poderia ficar de fora do nosso guia.

É possível ter pele oleosa e ao mesmo tempo sensível, seca e sensível, mista e sensível, só não normal e sensível, porque a pele normal é saudável e resistente.

A pele sensível é frágil e pode ficar inflamada e irritada com facilidade. Por ser mais vulnerável, é um tipo de pele propenso ao desenvolvimento de alergias.

Além disso, essa pele tem uma textura delicada e fina, que pode sofrer com coceiras, vermelhidão, ardor, manchas e descamações.

Também é mais sensível às alterações climáticas e uso de cosméticos. Em síntese, é uma pele mais problemática, que requer produtos e cuidados especiais.

As loções adstringentes não podem ter álcool, os produtos têm que ser voltados para peles sensíveis, a água termal não pode faltar e os cosméticos devem ser hipoalergênicos.

Ao usar produtos de limpeza, opte por cosméticos leves, com composição neutra e suave. Não use maquiagem com frequência e procure o dermatologista em casos de irritações.

Evite produtos com fragrâncias fortes e aposte em cosméticos com menor quantidade de princípios ativos. Outra boa dica é recorrer a produtos calmantes e descongestionantes.

Quais nutrientes e componentes buscar nos produtos de pele?

A pele normal é bonita e saudável, mas nem por isso dispensa cuidados. Ela deve ser cuidada diariamente para se manter assim e permanecer em equilíbrio.

Os hidratantes ideais são as loções fluidas e com base aquosa. As fórmulas oleosas devem ser evitadas para impedir o aparecimento de espinhas. Além disso, composições com vitamina A, vitamina C e vitamina E são mais do que bem-vindas.

Quem tem a pele oleosa deve buscar produtos que controlem o brilho e oleosidade, ou seja, deve priorizar produtos oil free.

Se você tem essa característica de pele, aposte em emulsões, cremes e géis com maior quantidade de água e menor quantidade de óleo.

Bons ingredientes para buscar nos produtos para peles oleosas são o pepino e o extrato de lótus.

Já quem tem a pele seca deve seguir o caminho inverso: optar por produtos com maior quantidade de óleo e menor quantidade de água.

A aparência da pele seca é ressecada e desidratada, por isso pede cosméticos com substâncias hidratantes, emolientes e umectantes.

Por ser uma pele mais frágil, os ativos precisam ser nutritivos, regeneradores e antioxidantes, com ingredientes como óleos essenciais de amêndoas e calêndula.

Para quem tem a pele mista, os produtos mais indicados para tratá-la diariamente são os cosméticos suaves. A textura em gel-creme é a mais recomendada para não aumentar a oleosidade na zona T.

Peles sensíveis, por sua vez, pedem produtos com propriedades calmantes, como a camomila.

Melhores maquiagens para cada tipo de pele

Pele normal

A pele normal pode receber basicamente todos os tipos de maquiagem, pois, devido aos poros quase invisíveis, a cobertura e acabamento são praticamente perfeitos.

Apesar disso, produtos muito oleosos devem ser evitados para impedir o brilho excessivo e não comprometer a durabilidade do make.

Aposte nas bases translúcidas, que são mais finas e transparentes. Mas caso você prefira, use um hidratante tinto, ou seja, que vem com cor.

O blush pode ser em forma de creme, pó ou mousse. A mousse e o pó fornecem um acabamento mais natural, enquanto o blush cremoso dá um acabamento acetinado.

Pele oleosa

A maquiagem de quem tem pele oleosa deve ser mais sequinha.

Invista em bases compactas em bastão ou pó. Se preferir as bases líquidas, invista em versões oil free e com acabamento matte.

O blush deve ser em pó para disfarçar a oleosidade.

Pele seca

A pele seca é mais fragilizada e a superfície tende a ser ressecada e não tão uniforme. Para amenizar esse aspecto, aposte em uma base líquida, cremosa ou em forma de mousse.

O blush pode ser líquido para um efeito mais molhadinho e transparente, cremoso para uma cobertura acetinada ou em mousse para um acabamento natural.

Pele mista

Se você tem a pele mista, use maquiagens sem acabamento oleoso.

As bases translúcidas são indicadas para um acabamento fino e delicado. Já o blush pode ser em pó, creme ou mousse.

Pele sensível

Nesse caso, o ideal é optar por maquiagens suaves, que não agridam a pele. Opte, preferencialmente, por bases, pós e blushes minerais.

Para todo e qualquer tipo de pele: nutricosméticos

Independentemente de ter a pele oleosa, seca, mista ou normal, se você quiser ter a cútis bonita e saudável, não abra mão dos nutricosméticos, pois eles ajudam efetivamente na manutenção da beleza e saúde da pele.

Esses produtos são suplementos alimentares naturais que colaboram na conquista de uma cútis rejuvenescida e radiante por mais tempo.

Além de evitar o envelhecimento precoce, as cápsulas de nutricosméticos promovem a beleza de dentro para fora, fornecendo vitaminas e sais minerais essenciais que dão mais elasticidade à pele, diminuem as rugas e amenizam as marcas do tempo.

Outros cuidados essenciais

Existem cuidados comuns a todos os tipos de pele. O que se diferencia mesmo são os produtos usados, que devem ser adequados às necessidades específicas da sua cútis.

Todas as pessoas, independentemente do tipo de pele, devem lavar o rosto de duas a três vezes por dia, com sabonete facial apropriado e água fria.

Ninguém deve sair de casa sem passar o protetor e a aplicação deve ser feita, pelo menos, 15 minutos antes da saída para que a pele absorva o produto e garanta a proteção.

A maquiagem deve ser removida antes de dormir, os produtos devem ser específicos para seu tipo de pele e as visitas ao dermatologista devem ser feitas pelo menos uma vez por ano, mas o mais indicado é que a consulta seja realizada a cada seis meses.

E aí, você gostou do nosso artigo? Ficou mais fácil escolher os cosméticos certos para o seu tipo de pele? Tem alguma dúvida sobre esse assunto?

Compartilhe as suas opiniões e questionamentos conosco por meio dos comentários. Até a próxima e continue acompanhando as novidades do nosso blog!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>